Sexta-feira, 12 de Novembro de 2010
Novo Índice Provisório

Índice

                                      

Agradecimentos

                          

Resumo                      

 

Abstract           

 

Introdução

 

PARTE UM - ENQUADRAMENTO TEÓRICO                     

Capítulo 1. A televisão como médium de comunicação particular

 

Introdução

1.    A televisão médium entre medias

1.1.        A televisão na vida quotidiana

1.2.        As audiências e a dimensão institucional

1.2.1.   Público infanto-juvenil, uma audiência especial

1.3.        O acesso “ilimitado” à televisão

1.4.        Abordagem histórica da televisão pública em Portugal

1.5.        A privatização da televisão em Portugal 

 

Capítulo 2. A programação televisiva em canais especializados para crianças

 

Introdução

2.1.        A programação para crianças: estudos, perspectivas e resultados

2.2.        A importância da programação infanto-juvenil no quadro da oferta televisiva geral

2.3.        A programação infanto-juvenil

2.3.1.   No Mundo

2.3.2.   Em Portugal

2.4.        Tendências internacionais e nacionais da programação em canais especializados

2.4.1 Tendências Internacionais

2.4.2. Tendências Nacionais

2.5.        Do ecrã televisivo para a vida real das crianças

            2.5.1. Heróis dominantes que respondem aos interesses e motivações das crianças

            2.5.2. A indústria dos brinquedos e a sua relação com os heróis das séries televisivas;

            2.6. A SIC K, o único canal português especializado em programação infanto-juvenil  

                        2.6.1. História do canal

                        2.6.2 Filosofia do canal

                        2.6.3 Públicos e participação

                        2.6.4 Design

                        2.6.5 Apresentadores

                        2.6.6 Géneros

                        2.6.7 Do ecrã para o mundo infanto-juvenil

                                        2.6.7.1 Heróis

                                        2.6.7.2 Eventos

                                                                                                 

PARTE DOIS – METODOLOGIA

 

Introdução


Capítulo 1. Apresentação do Projecto

1.1         Problemática e problema do estudo

1.2         Finalidade

1.3         Metodologia

          1.3.1.   Estudo de caso

1.4         Constituição e organização da amostra (documental)

1.5         Objectivos

1.6         Métodos e técnicas de recolha e análise de dados

1.7         Percurso de investigação (Dezembro 2009 a Dezembro 2010)

1.8         Codificação e análise dos dados


Capítulo 2 – Apresentação dos resultados

 

Comentários finais e desenvolvimentos futuros

 

Bibliografia 




Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010
Metodologia mais adequada

 A metodologia mais adequada para o meu projecto de dissertação penso que será a metodologia de investigação-acção, pois, tal como o próprio nome indica, é necessária uma investigação aprofundada do que já existe e do que poderá ser feito ou melhorado. Em relação à investigação em causa, serão analisadas então as tendências nacionais e internacionais da programação televisiva para crianças e compará-las com a programação já existente no canal SIC K.




Índice provisório do enquadramento teórico

Resumo

Abstract

Introdução

PARTE UM - ENQUADRAMENTO TEÓRICO                     

Capítulo 1. A televisão como médium de comunicação particular

Introdução

1. Abordagem histórica da televisão

1.1.        A televisão em Portugal

1.2.        A Televisão portuguesa e a programação para crianças (RTP, SIC E TVI)

1.3.        A Revolução da televisão em Portugal (canais privados)

2. A televisão médium entre medias

2.1.        A televisão na vida quotidiana

2.2.        As audiências e a dimensão institucional

3.    O acesso “ilimitado” à televisão

4.    As indústrias culturais e os Cultural StudiesProgramação televisiva e o seu conceito

Capítulo 2. A programação televisiva em canais especializados para crianças

Introdução

1.    A programação para crianças: estudos, perspectivas e resultados

2.    A importância da programação infanto-juvenil no quadro da oferta televisiva geral

2.1 Experiências sociais e comportamentais das crianças face à televisão;

3.    Canais especializados para crianças

3.1         Caracterização dos cinco canais: Disney Channel, Panda, Cartoon Network, Nicklelodeon e SIC K

a.    Disney Channel

b.    Canal Panda

c.    Cartoon Network

d.    Nicklelodeon

e.    SIC K

4.    Tendências nacionais e internacionais da programação em canais especializados

5.    Personagens do ecrã televisivo para a vida real das crianças

5.1      Heróis dominantes que respondem aos interesses e motivações das crianças

5.2      A indústria dos brinquedos e a sua relação com os heróis das séries televisivas;                                                                                                 

PARTE DOIS – METODOLOGIA

Introdução

Capítulo 1. Opções Metodológicas do Estudo

1.1         Problemática e problema do estudo

1.2         Finalidade

1.3         Tipo de metodologia

1.4         Objectivos

2.    Opções metodológicas

3.    Análise comparativa dos cinco (ou 8 SIC+TVI+RTP) canais em estudo

4.     

4.1         Constituição da Amostra
4.2         Categorização e análise dos dados

5.    Os mercados televisivos mundiais

6.    Apresentação dos canais em estudo e as suas principais características

7.    Análise dos canais temáticos infantis da televisão por cabo portuguesa

 

Conclusão

Glossário

Bibliografia

 




Autores relevantes

 Em relação à actividade solicitada, relativamente os autores relevantes no meu projecto de dissertação, destaco:

- Sara Pereira;

- Rui Cádima;

- Manuel Pinto;

- Domenico De Masi;

- M. McLuhan;

- Cristina Ponte;

- Maria Emília Santos.




.mais sobre mim
.pesquisar neste blog
 
.Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Alteração do Índice do En...

. Modelo de Análise

. Metodologia de Investigaç...

. Novo Índice Provisório

. Metodologia mais adequada

. Índice provisório do enqu...

. Autores relevantes

. Actividade Projecto de Di...

. Finalidade e palavras-cha...

. Actualização

.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

.tags

. todas as tags

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds